DÍVIDAS EM DÓLAR DETIDAS POR COMPANHIAS CHINESAS AUMENTAM ESFORÇOS PARA DETER QUEDA DO YUAN

03/01/2017 23:04:50 - AE NEWS

DÍVIDAS EM DÓLAR DETIDAS POR COMPANHIAS CHINESAS AUMENTAM ESFORÇOS PARA DETER QUEDA DO YUAN
 
Fonte: Agência Estado/Broadcast
Pequim, 03/01/2016 - O acúmulo de dívida estrangeira detida por companhias chinesas - de bancos estatais a companhias aéreas - está dando mais ímpeto aos esforços de Pequim para impedir que o yuan caia abruptamente contra o dólar.

O yuan recuou 4% nos últimos três meses, enquanto o dólar subiu recentemente para o maior patamar em 14 anos contra uma cesta de 16 outras divisas. A queda maior do que se esperava está fazendo com que mais indivíduos e empresários tentem se livrar da moeda chinesa, pressionando ainda mais a divisa.

Para impulsionar o yuan, o banco central e outras agências têm aumentado o controle sobre companhias chinesas e cidadãos que investem no exterior. No último movimento, exigiram que bancos aumentassem o escrutínio sobre as compras de moeda estrangeira por indivíduos.

A forma em que Pequim lida com o câmbio é uma preocupação global, apesar de a moeda não ser negociada livremente. Uma desvalorização surpresa do yuan há 17 anos chocou os mercados globais e desgastou a confiança das famílias e empresas chinesas.

As companhias chinesas com grandes montantes de dívida em dólar representam mais uma motivação para aumentar o controle, de acordo com economistas. Essas companhias captam a maior parte da receita de empresas domésticas, e um enfraquecimento da moeda chinesa as obriga a gastar mais yuans para pagar a mesma quantia de dívida em dólar - prejudicando seus lucros e as encorajando a pagar suas dívidas em dólar mais cedo. Isso poderia aumentar ainda mais as fugas, enfraquecendo ainda mais a moeda.

Embora o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) não tenha detalhado prejuízos na dívida externa de companhias chinesas, mais da metade disso foi em dólares americanos, de acordo com economistas e analistas.

Os empréstimos estrangeiros de empresas chinesas aumentaram em US$ 47,7 bilhões - um aumento de 4% - para US$ 1,2 trilhão no terceiro trimestre de 2016 ante o segundo trimestre, segundo dados anuais.

Fonte: Agência Estado/Broadcast com Dow Jones Newswires.




Endereço:
Viaduto Nove de Julho - 1º andar
Bela Vista - CEP: 01050-060
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3291-8735