MEIRELLES MOSTRA NO FÓRUM PAUTA DE REFORMAS

17/01/2017 07:24:15 - AE NEWS

MEIRELLES MOSTRA NO FÓRUM PAUTA DE REFORMAS
 
Fonte: Agência Estado/Broadcast
 

Davos, Suíça, 17/01/2017 - Pela primeira vez o Brasil comparece a uma reunião do Fórum Econômico Mundial com um programa de reformas para resolver velhos problemas de produtividade e competitividade, disse há pouco numa entrevista o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Nas duas horas anteriores ele se havia reunido com os presidentes do UBS, Axel W. Weber, e do Lloyds, John Nelson, iniciando uma série de contatos com banqueiros empresários e representantes de entidades oficiais.

Na quarta-feira à noite o ministro deverá embarcar de volta ao Brasil, para completar a negociação de um acordo com o Estado do Rio de Janeiro, endividado e sem recursos para despesas básicas. O acordo, informou, deve ser assinado na próxima segunda-feira. Se outros Estados tiverem interesse num acordo semelhante, vinculado a um programa de ajuste, o governo federal estará pronto para negociar, afirmou.

O ministro dedicará a maior parte de seu tempo em Davos a encontros paralelos à reunião do Fórum Econômico Mundial. Têm ocorrido, segundo ele, manifestações de interesse e de otimismo em relação ao programa de ajuste e de reformas iniciado pelo governo brasileiro.

Além do controle do gasto público, o programa inclui um enfrentamento de velhos problemas, como o crescente desequilíbrio da Previdência, a rigidez das normas trabalhistas e a enorme complicação da burocracia brasileira. Além de suportar o peso da tributação, lembrou o ministro, o empresário ainda perde tempo e recursos com os difíceis procedimentos para cuidar dos impostos. Questões desse tipo, acrescentou, têm sido apontadas em estudos comparativos como o relatório Doing Business, publicado periodicamente pelo Banco Mundial.

O objetivo da pauta de ajustes e de reformas é destravar o sistema produtivo, insistiu o ministro, e até agora houve o apoio político necessário à sua implementação. Mas já há sinais de reativação, acrescentou, e o desempenho econômico do Brasil será melhor neste ano que no ano passado.

PIB
A comparação dos níveis médios de atividade de 2016 e 2017 ainda mostrará uma evolução muito pequena, mas a melhora ficará mais evidente, afirmou, quando se confrontarem os números dos trimestres finais. Isso indicará, segundo Meirelles, um crescimento de uns 2%.

As novas projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI) indicam, de acordo o ministro, uma evolução desse tipo. Os economistas do FMI reduziram de 0,5% para 0,2% o crescimento esperado para 2017, mas também apontaram um resultado melhor no trimestre final. Os primeiros sinais de recuperação, de acordo com o ministro, devem aparecer quando forem publicados, em abril, os números do PIB do período janeiro-março. 




Endereço:
Viaduto Nove de Julho - 1º andar
Bela Vista - CEP: 01050-060
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3291-8735